5 Impressões negativas de uma disneymaníaca na Disneyland Paris

Quem é disneymaníaco, já tem um padrão Disney na cabeça... Eu sou uma e qualquer coisa que conflite com esse padrão aciona um sinal de alerta... rs

Pois bem, não esperava encontrar na Disneyland Paris uma cópia da Disney da América (Califórnia e Flórida). Disney é encantadora em qualquer lugar e as particularidades de cada local dão um toque especial, é o meu pensamento. Mas tive aqui algumas percepções negativas ou conflitantes com o meu padrão mental, que compartilho neste post.


Eu tinha uma imagem que os europeus eram muito rígidos com regras e organização, mas não foi a impressão que tive na Disneyland Paris. Dentro do complexo, que é visitado em sua maioria por europeus, vi alguns exemplos que me geraram a percepção de pouca atenção às regras de convivência. Não foram situações pontuais, me chamaram a atenção justamente por serem situações reiteradas...

1) Guarda de mesas no restaurante no café da manhã
Há recomendação clara para não guardar mesas nos restaurantes, mas as pessoas se lixam para essa regra.

O hotel Santa Fé é o mais econômico dos hotéis Disney e provavelmente por isso tem alta lotação. No café da manhã no restaurante, tinha uma enorme fila na entrada.

O restaurante é organizado com o buffet logo na entrada, onde você se serve e segue para o salão onde ficam as mesas e as estações de bebidas. Tudo no sistema all you can eat (buffet livre).


Os cast members logo na entrada do restaurante orientam que as pessoas peguem suas bandejas e se sirvam e só depois vão em direção às mesas. Há recomendação clara para não guardar mesas, mas na prática, as pessoas se lixam para a regra e vão direto para o salão guardar mesa para suas famílias. Vi muita gente que seguiu a regra e ficou circulando pelo restaurante, com a bandeja na mão, esperando vagar uma mesa, enquanto havia várias com uma pessoa só e um monte de bolsas e casacos, reservando os lugares. Várias pessoas estavam atrás na fila de acesso ao restaurante e se sentaram antes, por terem ido direto para as mesas. Se o restaurante comportasse todo mundo, isso não faria diferença, mas nesse caso, estava lotado e seguir a regra seria fundamental para organizar o fluxo. Muito desagradável.


2) Cigarros em área de não fumantes
Muita gente fumando fora das áreas reservadas para fumantes nos parques.

É visível que os franceses fumam muito mais que os brasileiros. A gente percebe nas ruas e as estatísticas confirmam: de acordo enquanto a Organização de Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE), 24,1% dos franceses adultos fumam¹, enquanto um artigo do Dr. Drauzio Varella indica que 15% a 17% dos brasileiros com mais de 15 anos fumam². 
Mas o ponto desse post não está relacionado a fumar ou não fumar ou quem fuma mais, e sim ao uso do cigarro em áreas de não fumantes. Nos parques, há áreas identificadas como área de fumantes. Fora destas, é proibido fumar. É a regra. No entanto, vi pessoas circulando pelo parque fumando seu cigarro tranquilamente e também vi pessoas fumando em área que não era a apropriada. E não foram poucas. Lastimável.
3) Não formam fila pra pegar os ônibus 
Tumulto e desorganização na hora de pegar os ônibus leva-e-traz do complexo Disney.
Na Disneyland Paris também tem os ônibus de transporte interno entre os parques e hotéis.

Nas paradas de ônibus, tanto nos hotéis quanto na entrada dos parques, não há marcação de fila, delineada no chão ou gradeada, como acontece em Orlando, o que seria um incentivo à organização. Mas, independente disso, as pessoas poderiam ir se enfileirando na ordem de chegada ao ponto. Não é o que acontece. As pessoas se amontoam e na hora que os ônibus chegam, é um tumulto geral, um "salve-se quem puder". Achei impressionante como adultos se engalfinham, num local que inspira a gentileza e a cortesia, onde deveria aflorar o melhor de nós. Me recuso a dar esse tipo de exemplo aos meus filhos. Depois do primeiro dia, procurei ir e voltar dos parques em horários alternativos, para evitar esse constrangimento.



Quando as pessoas, por si só, não seguem as boas regras de convivência, é necessário gerenciamento, para não comprometer a imagem do todo. Penso que a Disneyland Paris terá que investir um pouco mais nesses aspectos, para evitar que essas situações comprometam o padrão Disney.

Outros dois itens eu considerei como conflitos de conceito e imagem, também me causando percepção negativa:

4) Treinamento Jedi
Desconstrução da imagem de um personagem.


No Disneyland Park, no Videopolis, pertinho da atração Star Tours, fica a Jedi Training Academy, onde crianças de 7 a 12 anos podem participar de um treinamento Jedi, apresentado para a plateia. A atração é parecida com a que tem no Hollywood Studios e o conceito é muito legal, pois promove a conexão da saga Star Wars com as novas gerações. Entretanto, fiquei muito frustrada ao ver o Darth Vader, o maior vilão de todos os tempos, duelar com crianças aprendizes (padawans) e ser vencido por elas. A longevidade e a força dos personagens dependem da imagem que consistente e repetidamente é transmitida. Esta encenação desconstrói a imagem consolidada ao longo de décadas de um vilão quase invencível. A Disney precisa atentar para isso.

5) Café da manhã sem waffle do Mickey
O waffle do Mickey é padrão nos cafés da Disney, mas na Disneyland Paris não vi.

Para quem vai ao Walt Disney World, em Orlando, se hospeda em hotel Disney ou marca café da manhã com personagens, o item mais tradicional do café é o waffle do Mickey. Eu sei que servir waffles e panquecas no café da manhã é um hábito tipicamente americano, mas é difícil dissociar café na Disney de waffle do Mickey.

Chegando na Disneyland Paris, fui pro café da manhã no hotel Disney pensando em matar a saudade daquele acepipe, mas não tinha... Aqui, a tradição é o pão francês mesmo... Dá para entender, afinal, não estamos na América, e sim, na França, mas que nos deixou na vontade, deixou... Inclusive porque o waffle do Mickey também é servido no Disney Cruise, que circula por mares de diversos países. Seria uma afronta à cultura francesa ter waffle do Mickey nesse pedacinho da Disney no país ? Fica a pergunta.


Assim, deixo aqui esse misto de relato e reclamação sobre pontos que acredito que possam ser melhorados na Disneyland Paris. Sei que quando se trata de Disney nosso padrão de excelência e satisfação é muito elevado. Essas percepções destoaram do meu padrão mental, mas não comprometeram nossa satisfação geral. Os parques são ótimos e adoramos nossa estada por lá. Mas, sendo a Disney referência em padrão e encantamento, esses itens precisam ser reavaliados.

¹ http://br.rfi.fr/franca/20151106-franceses-fumam-e-bebem-muito-mas-vivem-cada-vez-mais / ² https://www.cartacapital.com.br/revista/809/o-cigarro-no-mundo-4041.html



Bj bj!


Kinha
Kinha

A bagagem de uma mulher, esposa, mãe, executiva e viajante, com um pouco de tudo e muito de nada.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Esse espaço é seu... Deixe seu comentário e vamos conversar!