Dicas de Paris: Disneyland Park (ou Parc Disneyland)

Se você estranhou o "Parc", vou logo esclarecer: esse post é sobre a Disneyland Paris, que tem dois parques temáricos: Parc Disneyland e Walt Disney Studios.

Mas o meu francês (inexistente) vai ficar só no nome mesmo, até porque na Disneyland Paris a língua oficial é o inglês!

Quer conhecer um pouquinho desse pedacinho da Disney na Europa ?

Pode-se dizer que o Parc Disneyland é o irmão do Magic Kingdom. É muito parecido com ele e tem muitas das atrações que estão lá. A começar pelo layout do parque, que também tem um castelo no final da rua principal e de cuja praça irradiam as ruas que levam a diferentes áreas temáticas: Main Street U.S.A., Frontierland, Adventureland, Fantasyland e Discoveryland.


As atrações estão numeradas no mapa e vou comentar sobre as que visitamos indicando a numeração.

Logo na entrada, o visual da Main Street te traz uma lembrança familiar...


À esquerda da praça, o City Hall.


Adiante, a vista espetacular do Castelo da Bela Adormecida (19).


O Castelo é mais vistoso que o da Disneyland Califórnia, embora sejam da mesma princesa.


Aqui, podemos explorar a área interna do castelo e subir até a sacada para curtir a vista da Fantasyland.


Dentro do castelo, a ambientação, com seus vitrais, pinturas e esculturas, conta a estória da Bela Adormecida.


Mas o mais legal fica embaixo: acessando pela lateral do castelo, lado esquerdo, a gente se depara com uma caverna onde fica o dragão, um animatrônico bem legal (La Tanière du Dragon - 20).


Na Fantasyland, encontramos diversas atrações que têm no Magic Kingdom: o carrossel, que aqui se chama Le Carrousel de Lancelot (23), Peter Pan's Flight (24) (com a mesma mega fila que tem lá!), Dumbo the Flying Elephant (27) (atração que gira em torno de um eixo), Mad Hatter's Tea Cups (29) (as tradicionais xícaras malucas, que aqui são inspiradas no Chapeleiro Maluco).

Apesar dos meus filhos não curtirem mais essas atrações, a Fantasyland tem outras que não podemos deixar de ir. Uma delas é It´s a Small World (32). É a mesma coisa, o passeio de barco, ouvindo a mesma musiquinha, com os bonequinhos animados, mas para mim essa atração é a cara da Disney. Me inspira.



Olha a França, a dona da casa, e o Brasil, representados.


À esquerda da It's a Small World está o Pavilhão da Princesa (Princess Pavillion - 33), onde encontramos uma princesa Disney. Embora a decoração reúna elementos representando várias estórias, dando a impressão que encontraremos várias princesas, a gente só encontra uma!


Faz parte da surpresa descobrir qual princesa estará no pavilhão.


Nós encontramos a Branca de Neve. Não é a princesa favorita da minha filha (ela adora a Bela, da Fera), mas é a minha! Mas, sinceramente, não vale a 1h10 de fila que encaramos!

Por falar em Branca de Neve, na Fantasyland ainda tem a atração Branca de Neve e os Sete Anões (21), que foi encerrada no Magic Kingdom. É um passeio num veículo pelos cenários da estória, com animatrônicos. Eu lembrava dessa atração no Magic Kingdom e matei a saudade aqui.

Painel na fila da Blanche-Neige et les Sept Nains

Continuando, não poderia deixar de procurar o dono da casa, né ? A gente encontra o Mickey para tirar foto ali mesmo na Fantasyland, à esquerda do Princess Pavillion, na indicação 26 do mapa, Meet Mickey Mouse.


Outra atração que não tem no Magic Kingdom é a Alice's Curious Labyrinth (28), um labirinto de cerca verde inspirado na estória de Alice no País das Maravilhas.



Ao lado da Fantasyland está outra área do parque, a Adventureland. A atração mais conhecida é Piratas do Caribe (18). Infelizmente, estava em manutenção...

Outras atrações dessa área do parque são: a Cabana dos Robinson (13), uma casa em cima da árvore que podemos subir e conhecer os cômodos...



... Adventure Isle, uma ilha de piratas cheia de aventuras...




Olha só essa caverna da caveira, por fora e por dentro...


Indiana Jones e o Templo da Perdição (16), mais uma atração que não tem nem Orlando nem na Califórnia. Os dois parques têm atrações inspiradas no filme Indiana Jones, mas são distintas. A de Paris é uma montanha-russa bem rústica. Sacode pra caramba!


Seguimos para a Frontierland, que tem como atrações principais:

- Big Thunder Mountain (9), a queridinha montanha-russa na mina de ouro abandonada;



- Phantom Manor (6), a casa assombrada da Disney; e



- Thunder Mesa Riverboat Landing (7), que é o passeio de barco pelo rio, aqui caracterizado como um cruzeiro pelo velho oeste. O embarque é em frente à Phantom Manor;


Também destaco nessa área o Chaparral Theater (11), teatro onde acontecem apresentações ao longo do dia. Tem que verificar o tema e os horários na grade de programação, que fica disponível junto com o mapa, na entrada do parque.


A peça que estava em exibição era Frozen Sing-Along, um musical baseado no filme Frozen, com direito a muito Let it go. A apresentação é muito parecida com a que tem no Hollywood Studios, mas aqui tem mais atores e as coreografias tornam a apresentação mais animada.

Ali pertinho, encontramos a Jessie, que adorou saber que minha filha era sua xará! rs


Saindo da Frontierland, fomos para a Discoveryland. Em geral, essa seria a primeira área que iríamos explorar, pois aqui ficam duas atrações imperdíveis: Space Mountain, que tem no Magic Kingdom, e Star Tours, que tem no Hollywood Studios. Porém, sabíamos que ambas estavam fechadas para manutenção (já tinha visto no site). Uma pena!

Então fomos para a Buzz Lightyear Laser Blast (35), mesmo jogo interativo que encontramos em Orlando e na Califórnia.

Caiu uma chuva danada e ficamos um bom tempo na Videopolis (37), onde tem uma lanchonete e um grande teatro, cujo palco pode também ser visto da praça de alimentação. Ali, assistimos a apresentação Jedi Training Academy.



Às 17:30h, assistimos a Parada Disney Magic. Eu adoro assistir as paradas, acho muito legal o enredo e a interação dos personagens com o público nesse lindo desfile Disney. Não perco!


Mas o dia só encerra com um show noturno, o Disney Dreams. Infelizmente, a chuva e o frio do início da noite não nos deixaram ficar para assistir... Quem mandou ir à Paris no inverno, né ? Vai ficar para a próxima vez!

Resumo do Disneyland Park:

Atrações imperdíveis: 
Star Tours, Space Mountain e Big Thunder Mountain.

Atrações surpreendentes: 
La Taniére du Dragon (embaixo do Castelo da Bela Adormecida) e Indiana Jones e o Templo da Perdição.

Atrações dispensáveis:
Princess Pavillion (não vale a fila para encontrar uma princesa!)

Atrações que tem Fast Pass: 
Indiana Jones e o Templo da Perdição, Big Thunder Mountain, Peter Pan's Flight, Buzz Lightyear Laser Blast e Space Mountain.

Importante: o Fast Pass na Disneyland Paris ainda é em papel, daquele que a gente tem que ir nos quiosques para retirar, um a cada vez. Não dá pra reservar com antecedência, então, comece o dia já retirando o Fast Pass da sua atração favorita.

Bj bj!


Que tal conhecer agora o Walt Disney Studios ? Clique aqui para ler o post.

Para ler todos os posts sobre a Disneyland Paris, é só clicar a seguir:

☺Dicas de Paris: Vale a pena ir à Disneyland Paris ?
☺Dicas de Paris: Disneyland Park (ou Parc Disneyland)
☺Disneyland Paris: Dando uma volta pela Disney Village
☺Disneyland Paris: Que tal ficar no Disney's Hotel Santa Fe ?
☺Disneyland Paris: Precisa de carro ? Como circular por lá ?
☺5 impressões negativas de uma disneymaníaca na Disneyland Paris
☺Disneyland Paris: 25 anos!
Kinha
Kinha

A bagagem de uma mulher, esposa, mãe, executiva e viajante, com um pouco de tudo e muito de nada.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Esse espaço é seu... Deixe seu comentário e vamos conversar!