Alegria de viver

Se tem algo que me faz sorrir é lembrar da carinha dos meus filhos, ainda bebês, quando acordavam. Sempre tinham um sorriso lindo estampado e um brilho no olhar que traduzia o que eu chamo de "carinha de felicidade". Eu desejava que aquelas carinhas fossem de alegria em me ver, mas no fundo sabia que era a manifestação genuína das crianças da alegria de viver...

Até hoje, 11 anos depois, meus filhos acordam e já pulam da cama. Não ficam se revirando na cama, lutando contra o fato de ter que levantar. Por mais que digam que o dia na escola é chato... :)

Acredito que todos nós já fomos assim um dia. Infelizmente, na virada de chave para a vida adulta, muitos perdem a alegria de simplesmente viver. Talvez porque superestimam a vida, desejam muito e valorizam pouco o que têm. Às vezes, isso é temporário, é só uma escorregada. A gente reclama da vida, mas em seguida, reposiciona a escala de valores e assume de novo uma postura positiva. Outras vezes, a gente demora um pouco mais para enxergar e é a vida que ensina.

Quando os problemas reais da vida nos atropelam, a gente olha para trás e percebe que desperdiçou pedaços da vida com as preocupações erradas. Que desperdiçou momentos felizes com discussões sem importância e perdeu noites de sono por "problemas" que de fato não são.

Ficar reclamando sobre como foi "injustiçado" no trabalho não tem a menor relevância quando você está com o filho internado com uma doença que os médicos não conseguem diagnosticar. Se aborrecer com o marido porque não resolveu um problema doméstico é um motivo insignificante quando a gente recebe a notícia de um câncer na família. Reclamar que o chefe é autoritário e o trabalho, estressante, é uma bobagem sem tamanho quando na sua família tem gente sem emprego. Chegar impaciente porque pegou um engarrafamento enorme é ridículo quando você estava no ar condicionado, ouvindo sua música preferida no carro, enquanto a pessoa ao lado estava no BRT lotado.

A gente precisa aprender a dar o peso certo às coisas. Não se permita acordar já pensando em que horas vai poder voltar para a cama no final do dia. Lute contra a vontade de não levantar, mesmo que por desânimo ou depressão. Precisamos recuperar a felicidade genuína, reaprender a pular da cama para o novo dia e manifestar a alegria de viver nas pequenas coisas.

A vida é uma estrada cheia de paisagens; cabe a nós decidir dormir na viagem ou apreciar a vista e escolher onde parar. A gente não pode se contentar com uma vida que se percorra por atalhos.

O que está esperando ? A estrada da vida está lá fora. Saia da cama e aproveite o caminho!

Bj bj!


Se tem algo que me faz sorrir é lembrar da carinha dos meus filhos, ainda bebês, quando acordavam. Sempre tinham um sorriso lindo estampado ...

Erros e acertos

Aprendi com a vida que acertar é bom, mas que errar também pode ser, porque nos impulsiona a fazer melhor. O que distingue o resultado de um erro de um acerto na nossa vida é o "timing".
Ok, ninguém se orgulha de ter falhado.
Perdeu por ora. E agora ?
Às vezes a gente perde um tempo enorme tentando entender "onde foi que eu errei" e se justificar para si mesmo...
Quanto tempo você está desperdiçando pensando no que deveria ter feito ?
Ficar choramingando vai mudar alguma coisa ?
Se jogar na cama e se esconder no edredom vai te fazer voltar no tempo ?
Nããããão!
Ficar remoendo o que passou não muda o que aconteceu e não constrói nada diferente. Por isso, não perca tempo lamentando os insucessos. Aceite e aprenda com eles.
Com o tempo, a gente vai percebendo que acertar hoje não é assim tão decisivo para a nossa vida...
E que falhar também não é o fim do mundo.
O mais importante mesmo é o passo seguinte, pois os erros e acertos, no final do dia, já ficaram para trás.
O que vai fazer diferença mesmo é o daqui pra frente.

Bj bj!



Aprendi com a vida que acertar é bom, mas que errar também pode ser, porque nos impulsiona a fazer melhor. O que distingue o resultado de um...

Eu comigo mesma

Você passa 12 horas trabalhando. Precisa dormir 8. São 20.
Leva 2h no trânsito, no deslocamento casa-trabalho-casa. 22.
Precisa de meia hora pra se arrumar e sair de casa pra trabalhar. Sobrou 1h e meia.
Oba! Tempo pra fazer o que quiser!
Ah! Tira meia hora de almoço no trabalho. Essa não conta nas 12h, que nem sempre são só 12, mas vamos considerar que sejam...
Fica firme, ainda tem 1 hora só para Você! O que vai fazer ?
Viver!
Chega em casa. Banho.
De 10 minutos ?
Aí já seria um luxo... 5 min tá de bom tamanho!
Refeição. Saco vazio não para em pé. Devora pra economizar.
Afazeres domésticos.
Graças a Deus, consegui terceirizar!
Não tá igual você faria ? Fecha os olhos e evita o estresse.
Café com as amigas ?
Elas entendem que a minha vida é corrida. Sabem que eu iria, se pudesse!
Participar no grupo das mães da escola das crianças...
Ah, essa eu preciso encaixar. Imagina o que as outras mães vão pensar!
Tempo para estudar com as crianças.
Nessa idade eu estudava sozinha. Temos que incentivar a autonomia.
Então, brincar com as crianças.
Agora não dá... Desculpa, filhos...
Praticar alguma atividade física.
Passo.
Sexo ?
Também passo.
E a conversação de inglês?
Deixa continuar enferrujado!
Fazer as unhas.
Pra que ?
Escova.
Nem lembro a última vez!
Redes sociais ?
Desperdício de tempo!
Assistir novela ?
Tá me zoando!
Colocar as crianças pra dormir.
Por que elas reclamam nessa hora ? Se soubessem como dormir vai ficar escasso no futuro...
Conversar com o marido.
BOA NOITE. Zzzzz ...


Ah... Responder aquele e-mail do trabalho.
Esse é urgente. Tem que entrar na prioridade.
Levanta.
Acabou a meia hora. Já passou da meia noite.
Entrei no horário do sono escrevendo isso!
Insônia...
Melhor fazer a lista de demandas pra amanhã.
2h da manhã...
Ainda bem que fiz aquele curso de administração do tempo!
Acho que vai ter que fazer o nível 2... Módulo avançado de prioridades da vida...

Você passa 12 horas trabalhando. Precisa dormir 8. São 20. Leva 2h no trânsito, no deslocamento casa-trabalho-casa. 22. Precisa de meia h...