Férias na Disney: como reservar o Fast Pass+ ?

Já compartilhei nos posts anteriores sobre como planejar a viagem à Disney (tudo que você precisa para montar seu pacote de viagem) e o que considerar na hora de montar a programação.

Agora, é hora de pensar como otimizar os dias nos parques. Vamos falar neste post sobre o My Disney Experience e o Fast Pass+.

O My Disney Experience (MDE) é um aplicativo da Disney onde você pode planejar sua programação e gerenciar suas reservas na Disney (nos parques e em Downtown Disney), além de cadastrar os Fast Passes+. Você pode se cadastrar pelo site da Disney (https://disneyworld.disney.go.com/plan) ou baixar o aplicativo no celular.

Ter o aplicativo no celular será necessário para você gerenciar o roteiro enquanto estiver no parque. (Detalhe: tem wi-fi nos parques!)

O Fast Pass+ nada mais é que uma forma de "furar a fila" das atrações. As atrações mais concorridas têm duas filas: a fila normal e a fila do Fast Pass. Quando você reserva o Fast Pass+ para uma atração, você entra na atração nessa fila específica, num determinado horário. O horário é sempre uma faixa de uma hora, tipo de 2:00PM - 3:00PM. Dentro dessa faixa, você pode ir à atração. Você ganha muito tempo, pois em geral, a fila do Fast Pass é muuuuito menor que a fila normal.

É um sistema bem interessante, principalmente porque você não paga nada a mais por isso e todos podem utilizá-lo. Só que exige planejamento, né ?

Você pode cadastrar o Fast Pass+ no máximo com 30 dias de antecedência da sua visita ao parque escolhido. Se você for se hospedar nos hotéis Disney, a antecedência máxima será de 60 dias.

Dá para reservar 3 Fast Pass+ para cada parque, por vez. No dia da visita ao parque, quando você utilizar os 3 Fast Pass+, poderá reservar outro, nos terminais no parque ou no celular, e assim, sucessivamente. Por isso, é interessante reservar os Fast Pass+ para o início do dia, pois você terá a oportunidade de pegar outros para mais atrações ao longo do dia.

Vou compartilhar aqui o passo a passo para reservar o Fast Pass+:

Passo 1: Registrar-se no site da Disney

Para abrir uma conta no site da Disney, entre no endereço: https://disneyworld.disney.go.com/registration/.

Se você já tem conta, basta entrar no site, com seu login e senha.



Passo 2: Linkar seus ingressos à sua conta no My Disney Experience

Você registrar os ingressos que você comprou no https://disneyworld.disney.go.com/link/tickets-passes/.


Se você não está com os ingressos, somente com o voucher emitido pela agência de viagem, tente cadastrar o número do voucher.

Eu adquiri os ingressos no Decolar.com e recebi o voucher para retirada dos tickets na bilheteria dos parques. Cadastrei o código indicado no campo "Reservation" do voucher, que é o mesmo do código de barras, e funcionou perfeitamente. Todos os ingressos vinculados ao voucher foram automaticamente cadastrados.

Passo 3: Entrar no My Disney Experience / Fast Pass+, conforme indicado abaixo:



Passo 4: Clicar em "New Fast Pass+", botão no lado esquerdo:


Passo 5: Selecionar os ingressos que você pretende agendar o Fast Pass+. Você pode escolher só alguns dos seus convidados (se houver mix diferente de atrações, em função do perfil dos integrantes do grupo) ou pode marcar a opção "Select All" (no lado superior esquerdo), se for para fazer a mesma seleção de atrações para todos.


Passo 6: Escolher o parque e a data que pretende ir. Só irá abrir reserva no horizonte de 30 dias.


Passo 7: Escolher as 3 atrações do parque para as quais pretende reservar o Fast Pass+.



Aguardar processar e pronto! A confirmação indicará que você conseguiu reservar os Fast Pass+ e em quais horários.


Você pode verificar se há horário mais conveniente, clicando em "Modify". Abrirá uma aba com todas as opções de horários e você pode alterar, clicando em "Update" ao final.



Surge uma mensagem em cima da atração indicando que alteração foi confirmada, conforme abaixo.


Agora é só repetir para os demais dias de parque! Simples assim!

Importante: os Fast Passes+ esgotam! As atrações mais concorridas esgotam rápido, logo, tão logo abra seu período (30 dias da sua visita ao parque), vale já fazer suas reservas. Tentei reservar a atração "Seven Dwarfs" (a mais nova do Magic Kingdom, por isso, super procurada) e estava quase esgotado. Só consegui horários à noite.

Você pode modificar seu Fast Pass+ e reservar outro a qualquer tempo, mesmo quando estiver no parque. Se você encontrar uma fila pequena numa atração que você reservou Fast Pass+, é melhor aproveitá-la e alterar o Fast Pass+ para outra atração. Fica a dica!

Bj bj!

Já compartilhei nos posts anteriores sobre como planejar a viagem à Disney (tudo que você precisa para montar seu pacote de viagem) e o ...

Despressurizando


Toda vez que a gente viaja, assiste aquele filminho ou instrução dos comissários de bordo, antes da decolagem, sobre a segurança de voo, indicando que, em caso de despressurização, máscaras cairão sobre as nossas cabeças, e que devemos primeiro colocá-las em nós mesmos, para depois colocar nas crianças. Primeiro em si, depois, nos outros.

Parece assustador pensar numa situação como essa, ainda mais quando pensamos em nossos filhos, mas tem todo um racional técnico para essa orientação. Se você tem a missão de salvá-los, você tem que ter suas plenas condições, ou não conseguirá.

Desejo que ninguém precise passar por isso nas aeronaves, mas fiquei pensando sobre isso em relação à nossa própria vida. Pensar primeiro em si, depois, nos outros. Parece uma visão egoísta ? Depende...

Quantas vezes nós nos obrigamos a fazer coisas que não queremos, por mera formalidade, para agradar alguém, para ser aceito, para não acharem que a gente é antissocial, para não dizerem que ficamos metidos, ... Enfim, diversos motivos, mas que podem ser resumidos num só: “medo do que vão pensar de nós”.

E assim, a gente entra num círculo vicioso de tentar agradar a todo mundo, dizer sim para todos, esquecendo de nós mesmos.

Ninguém sabe quantas horas na semana você trabalhou, ninguém sabe quantos relatórios e apresentações levou para casa para concluir no final de semana, ninguém sabe quantas noites mal dormidas você teve, seja por não ter horas suficientes para dar conta de tudo ou pela insônia decorrente do estresse... 

Ninguém sabe que seus filhos estão em período de provas escolares e que você chega tão cansada em casa que mal consegue perguntar se eles estudaram, que dirá avaliar se a lição de casa está correta... Ninguém sabe que você se entristece toda vez que percebe que eles estão crescendo e você chega em casa tão esgotada que não tem disposição para brincar, enquanto ainda querem... 

Ninguém sabe o quanto você desejou se jogar na cama por algumas horinhas a mais no final de semana, só mais umas horinhas... 

Ninguém te perguntou se está tudo bem com você... E também ninguém quer saber.

Pensei muito nisso nas últimas semanas, e acho que chegou a hora de me colocar em primeiro lugar. O que eu fizer nunca será suficiente para ninguém, então que seja para mim mesma. Se eu esgotar toda a minha energia, me consumindo com coisas que não me acrescentam, a prejudicada serei eu. 

Preciso “despressurizar”, e para isso, vou colocar a máscara primeiro. Preciso primeiro cuidar de mim, para conseguir oferecer aos outros. Em época de tempo escasso, que eu consiga reservar um pouco para mim, para poder ser plena com aqueles que amo. Vou dizer mais “não” de agora em diante, para dizer mais “sim” para mim e para minha família.

Pensem o que quiserem, digam o que acharem que devem. Só lembrem de dizer também: ela está cuidando do essencial, que ninguém poderá fazer por ela. 

Bj bj!

Toda vez que a gente viaja, assiste aquele filminho ou instrução dos comissários de bordo, antes da decolagem, sobre a segurança de vo...

Dicas de viagem: Aldeia das Águas Park Resort - Barra do Piraí - RJ

Você conhece Barra do Piraí ? Pois bem, pra quem não conhece, Barra do Piraí fica no sul fluminense, na região do Vale do Paraíba, perto de Vassouras e Volta Redonda, a cerca de 100 km da cidade do Rio de Janeiro. A cidade é conhecida por suas fazendas, que retratam os tempos áureos do ciclo do café, muitas das quais hoje funcionam como hotéis fazendas.

Lá em Barra do Piraí fica também um parque aquático: Aldeia das Águas. Estivemos lá recentemente e vou compartilhar aqui um pouquinho da nossa experiência. 


O Aldeia das Águas Park Resort é um hotel formado por vários blocos de 3 andares, com quartos do tipo conjugado sala-quarto e cozinha americana. Acolhe muito bem famílias com crianças.

Nós passamos um final de semana lá, entramos na sexta à noite e saímos no domingo. 

O trajeto não é fácil para quem não conhece e o GPS nos fez uma "pegadinha", direcionando da BR-116 para uma estrada de terra e sem iluminação, no meio do nada, que em determinado momento a gente já não sabia se era melhor voltar ou continuar seguindo. Se estiver indicando o trajeto Estrada Pinheiral - Vargem  Alegre- Dorândia, fica tranquilo, você vai chegar lá. Depois de quase 10 km sem saber onde estávamos, finalmente chegamos na BR-393, onde fica o Aldeia das Águas. 

Comentamos no hotel e a recepcionista disse que esse caminho, embora parecesse ermo, é realmente a melhor alternativa para chegar ao hotel, no menor tempo. Acredito que se fosse de dia, teríamos ficado menos apreensivos e aproveitado a paisagem. 

O hotel não tem serviço de restaurante / room service após as 22h. Como fomos direto do trabalho, para não pegar estrada muito tarde, não havíamos jantado. O que nos restou foi comer biscoito no quarto... Para quem for chegar após as 22h ao hotel, vale fazer um lanche no caminho. Fica a dica!

Começamos o sábado loucos pelo café, que achamos delicioso! O restaurante tem vista para a piscina do hotel (a única que é aquecida e onde fica um bar molhado), já é um convite para relaxar... As crianças queriam mesmo é curtir o parque aquático, mas o tempo não estava ajudando, fazia muito frio ! 



Explorando o hotel

Indo na direção do parque aquático, a gente passa por um lindo lago, local propício para uma paradinha, seja para andar de pedalinho, pescar ou somente sentar na grama, curtindo o contato com a natureza. Aliás, esse é um diferencial do parque: está inserido em um ambiente cercado de verde, numa geografia privilegiada. Só apreciar o visual já é bastante relaxante... Mas quem disse que as crianças querem relaxar ? Elas querem gastar energia! J


Mais adiante, fica a fazendinha do hotel, que é muito simples, mas bem cuidadinha, com uma hortinha e alguns animais nos cercadinhos - porquinhos, coelhos, galinhas d'angola, perus, etc. As crianças adoraram dar uma paradinha para observar os animais.


O hotel tem quadra de esportes, campinhos de futebol, mini-golf... Você vai encontrando pelo caminho as atividades...



O Parque Aquático

E finalmente, chegamos no parque aquático...  Podemos dividir o parque em duas áreas, uma no lado direito, que fica num terreno em aclive, que permitiu fazer vários ambientes em diferentes níveis, piscinas com tobogãs, outras formando quadras para esportes na água, áreas infantis, bar molhado, além de restaurantes e lanchonetes, etc.



Do outro lado da ponte, à esquerda, você encontra uma área mais compacta, onde estão outras atrações, como as corredeiras, piscinas de ondas, brinquedos infantis, etc. 

O parque estava muito vazio, era início de julho, já pleno inverno, então os visitantes estavam fugindo do frio... Veja só: céu cinzento, piscinas vazias, todo mundo encasacado... 




Para entreter as crianças, as recreadoras até tentaram promover umas atividades no parque... Mas só meia horinha, mal deu para o aquecimento...


Acabei inventando uma corrida com os meus filhos, que atraiu as outras poucas crianças que ali estavam e virei a tia da recreação... kkk  Chicotinho queimado, galinha choca, batatinha frita, vivo ou morto... Desenterrei essas brincadeirinhas bobas e minha filha ainda me disse que as minhas foram muito mais divertidas que as do hotel! Ganhei o dia! J


O Aldeia das Águas também oferece o sistema de day-use, para visitantes que vão apenas passar o dia no parque. Nesse dia, não tinha nenhum visitante, somente hóspedes. Para todos, hóspedes ou visitantes, o funcionamento do parque é até as 17h.  

Depois desse horário, a equipe de recreação promove atividades com as crianças na área da piscina, em frente ao restaurante, onde também tem salas de jogos e um cineminha. À noite, rola uma atividade externa com as crianças, após o jantar. Não é muito estruturada, mas participar dessas atividades é sempre bom para interação com outras crianças.

A recreação não é o forte do hotel. Na minha visão, aqui está uma grande oportunidade de melhoria, pois no inverno, como o parque aquático deixa de ser a principal atração, o hotel precisa desenvolver outros atrativos para as crianças, ou vai ficar subaproveitado nesse período... 

No dia seguinte, o sol deu o ar de sua graça, liberando as crianças para entrarem na água. Finalmente puderam curtir o parque.


A atração mais radical do parque é o Kilimanjaro,  um toboagua de 50 m ! Já imaginou descer dessa altura ? Segundo o hotel, a atração foi incluída no Guiness Book, o livro dos recordes, como o maior toboagua do mundo! Eu não tive coragem de encarar... Você teria ? O meu cunhado encarou!


E assim, curtimos um final de semana de frio no Aldeia das Águas... As crianças aproveitaram bastante, mesmo com pouco sol... Nós pudemos relaxar e curtir uma boa noite de sono no friozinho, o que também é bom demais! Com frio ou calor, vale a pena conhecer o Aldeia das Águas!



Bj bj!


Você conhece Barra do Piraí ? Pois bem, pra quem não conhece, Barra do Piraí fica no sul fluminense, na região do Vale do Paraíba, perto d...