Chile: Degustação na vinícola Concha y Toro

Se você conhece pelo menos um pouquinho de vinho, sabe que o vinho chileno é considerado um dos melhores do mundo. Por isso, ir ao Chile e não fazer uma degustação pelas vinícolas é quase uma heresia!

Curiosidade: o Brasil é o terceiro maior importador de vinhos do Chile! A gente fica atrás apenas da Inglaterra e dos Estados Unidos. Aprendi isso lá!

Apesar de ter um gosto nada refinado para vinhos (gosto mesmo é daqueles bem doces, vendidos nos supermercado mesmo! :)), aproveitei para conhecer um pouquinho visitando as vinícolas. Muitas vinícolas oferecem visitas guiadas, em diversos horários e línguas, o que além de ser um programa turístico, ainda promove as marcas dos seus vinhos. Nós visitamos as vinícolas Concha y Toro e Santa Rita. Dá para visitar as duas no mesmo dia.
Vou contar aqui como foi a visita à vinícola Concha y Toro, que é considerada a maior vinícola do Chile e fica a cerca de uma hora e meia de Santiago. Fizemos o tour tradicional.

Logo na entrada, o visual já é um charme...
A Concha y Toro tem mais de 130 anos e recebeu esse nome do seu fundador, Don Melchor de Concha y Toro. Um dos seus vinhos mais famosos é o Casillero del Diablo.

Na visita, você vai:

- conhecer a área externa da propriedade...
...passeando pela área verde, com jardins e lagos...
 E em frente à casa de verão da família Concha y Toro, construída no século XIX.

- andar por um jardim de vinhedos, de diferentes tipos de uvas...
 Pena que não estava na época da colheita, então não vimos nem uma uvinha...

- explorar um armazém subterrâneo onde ficam os barris de carvalho com os vinhos...
Muito interessante que não tem refrigeração, é a umidade que garante a temperatura ideal. Periodicamente o chão é molhado para manter a temperatura.

- fazer uma degustação de vinhos...
São três tipos de vinho na experimentação, um branco e dois tintos. A taça é dada de presente aos visitantes.

Esse tipo de programa é mais voltado para os adultos, mas as crianças se divertiram explorando a área verde...
Além disso, tem uma passagem divertida, quando ocorre a visita à adega Casillero del Diablo. Ali rola uma projeção sobre a lenda desse vinho. Fecham as portas, apagam as luzes, fica um clima misterioso e passa a projeção... Segundo a lenda, o dono da vinícola inventou que a adega era guardada pelo diabo para assustar os ladrões de vinho que à noite invadiam o lugar.
Os maiores acham engraçado, já os pequeninos podem se assustar, principalmente por causa do escuro. Tinha uma criança perto de nós que pediu para sair... Os nossos acharam o máximo!

Após o tour, você pode comprar umas garrafas de vinho na loja da vinícola. Se não quiser almoçar, pode petiscar ali na área externa do restaurante.
Enquanto isso, rola uma apresentação de músicos com um casal dançando a “cueca”, tradicional dança chilena, a cada término de tour. Depois o casal de dançarinos tira alguns visitantes para dançar. Até eu me arrisquei a dar uns passinhos... kkk
O tour tem duração de aproximadamente 1 hora e tem opção de tour em português. Custa US$ 19 e criança não paga. O agendamento pode ser feito no site: http://www.conchaytoro.com/tour-wine-experience/tipos-de-tour/tour-tradicional/

Acho que vale a pena fazer pelo menos um tour nas viñas chilenas! Este tour da Concha y Toro é super organizado e deu para conhecer um pouquinho sobre vinho. Já posso tirar uma onda na hora de beber... kkkk

Bj bj!
Kinha
Kinha

A bagagem de uma mulher, esposa, mãe, executiva e viajante, com um pouco de tudo e muito de nada.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Esse espaço é seu... Deixe seu comentário e vamos conversar!