Os Segredos dos Campeões - Roberto Shinyashiki

Já tive a oportunidade de assistir três vezes palestras do Roberto Shinyashiki e o considero sensacional. Ele tem o dom de envolver a plateia e provocar reflexões profundas, que vão além do nosso objetivo profissional , falam de objetivo de vida.

Reli recentemente o seu livro "Os segredos dos Campeões" e resolvi compartilhar algumas dicas importantes que ele nos traz. São suas quatro dicas do sucesso:

1. O sucesso não é feito durante o expediente.

O sucesso é construído à noite, quando você estuda, faz um curso, se atualiza, conversa com alguém mais experiente. O sucesso é o extra que você coloca na sua capacitação. Quem se contenta apenas em manter suas habilidades, certamente será ultrapassado. As exigências estão aumentando e você tem que continuar investindo na sua competitividade.

2. Aceite ser o pior aluno da classe.

A tendência do ser humano é querer estar entre as pessoas que sabem menos que ele, mas o maior aprendizado acontece quando se está com gente que sabe mais. Ter humildade para estar em um grupo em que não se é a referência da classe é a melhor forma de aprender e crescer.

3. Aceite ser o bobo da turma.

São chamados "bobos da turma" aqueles que se dedicam, estudam, fazem os trabalhos, participam de congressos, etc. Os espertos são aqueles que chegam na hora "H" e dão seu jeito, seja pedindo para assinar o trabalho, para tirar xerox do material, etc. Não importa se você é o bobo. O importante é que você está investindo na sua preparação e esse esforço não é perdido. É conhecimento que será aplicado no momento certo.

4. Estude e trabalhe com campeões.

Os campeões vão ensiná-lo a ser campeão. O campeão vai exigir sempre o melhor, vai inspirá-lo a querer atingir o próximo patamar, a buscar sempre mais.



Essa semana tive a grande alegria de ver uma pessoa querida, que muito batalhou para conquistar seu espaço, ter seu reconhecimento. Olhando a sua história, vejo na prática os conselhos de Shinyashiki.

Ela se preparou muito após o expediente, nos horários de almoço, nas madrugadas, nos finais de semana. Abdicou de vida social para se dedicar ao seu objetivo.

Se matriculou num curso cuja formação básica era totalmente distinta da sua e teve que estudar mais ainda para acompanhar o conteúdo, já que a turma já detinha uma base de conhecimento. Em pouco tempo, nos simulados, já se posicionava entre os melhores, discutindo de igual para igual com profissionais da área.

Gravava aulas e transcrevia para o caderno. Suas anotações circulavam pela turma, facilitando a vida de muitos, mas a principal contribuição foi para si mesma, pois a cada linha que escrevia, o registro principal não era no papel, mas no seu próprio aprendizado.

Procurou estar próxima das referências da categoria, dos campeões, indo a palestras, congressos, entrevistas, noites de autógrafos. Cada palavra que ouvia servia de inspiração e motivação.

Intuitivamente, ela trilhou todas as dicas de Shinyashiki e hoje celebramos a sua conquista. Mais uma campeã sobe ao podium da vida. E eu a aplaudo de pé!



Kinha
Kinha

A bagagem de uma mulher, esposa, mãe, executiva e viajante, com um pouco de tudo e muito de nada.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Esse espaço é seu... Deixe seu comentário e vamos conversar!