Campina Grande: o maior São João do Mundo

Todo ano eu ficava vidrada assistindo aos flashes nos telejornais sobre o tradicional São João em Campina Grande, na Paraíba, conhecido como "o maior São João do Mundo".

Finalmente, ano passado eu tive a alegria de conhecer essa grande festa da cultura nordestina com minha família e vou dividir aqui um pouquinho do que vi, mas já posso adiantar: a festa em Campina Grande não se resume só à festa que passa na TV, que acontece no famoso Parque do Povo. A cidade toda festeja São João e respira a festa, tendo diversos eventos para a gente viver o São João dia e noite! Reserva a barriga para se empanturrar de canjica (lá se chama mungunzá) e outras coisas gostosas, e a energia para o arrasta-pé, minha gente! 😀

O Parque do Povo - "O maior São João do Mundo"
(R. Sebastião Donato, S/N - Centro, Campina Grande)



A festa de São João de Campina Grande acontece numa arena de exposições chamada Parque do Povo, que recebe os principais eventos da cidade. A festa dura um mês inteirinho!


O local é cercado de barraquinhas, restaurantes e quiosques e se torna um grande pavilhão de exposição, música e gastronomia.

Na estrutura tem um palco principal, onde acontecem shows de cantores famosos (eu estava lá no dia de Elba Ramalho, que é uma campinense ilustre!), e outros palcos secundários espalhados pelo parque, com grupos de forró pé de serra e sertanejo universitário, para todos os gostos.

Dizem que a festa reúne cerca de 100 mil pessoas por noite e eu não duvido, não. Era gente que não acabava mais! Mas o ambiente era tranquilo, clima de festa familiar.

Nesta estrutura em formato de pirâmide, a única área coberta do local e com arquibancadas nas laterais, acontece o "Festival Campinense de Quadrilhas". Nem pense naqueles vestidinhos de chita que a gente estava acostumada a usar nos arraiás por aí afora. Lá o negócio é sério. Só super produção. Para nós, cariocas, seria como a "escola de samba" do São João. rs


Perto do palco principal, o pessoal ficava mais amontoado, como acontece em shows, mas no restante da estrutura era possível circular tranquilamente.

Para quem é jovem e ou curte a badalação até o final, pode chegar mais tarde, mas se você está a fim de pegar uma mesa num restaurante, ficar bebericando e comendo um tira-gosto, tem que chegar cedo, por volta das 19h. A festa vai lotando e dia de show tem fila circulando o quarteirão para entrar.

Ah! Por falar nisso, tem controle de entrada, com revista, e para entrar com crianças, os pais precisam apresentar documento que comprove a filiação.


Vila Sítio São João
(Av. Mal. Floriano Peixoto, 2701 - Centenário, Campina Grande)

A Vila Sítio São João é um sítio totalmente tematizado, como uma cidade cenográfica, com restaurantes, comidas típicas e muito forró. Ambiente amplo, onde as crianças podem brincar e conhecer um pouquinho da cultura nordestina.

Uma senhora estava chorando dentro desta "mercearia cenográfica", dizendo que era exatamente como o comércio do pai dela. Foi comovente!

Minha mãe também mostrou a habilidade no processo de produção artesanal de farinha... Ela também viveu isso na infância.

Olha essa igrejinha... Tem como não entrar e fazer uma oração para São João (padroeiro da igreja) ?


Aqui a gente encontra turistas e também o pessoal da terrinha, aproveitando a tarde toda de forró. Meus pais não resistiram...


A visita à Vila de São João é uma atração para o dia. Começa meio-dia e encerra no início da noite (não compete com a festa no Parque do Povo). Você compra os ingressos na bilheteria no local.

Trem do Forró
(Estação Velha de Campina Grande)

Imagina participar de uma viagem de trem só dançando forró! Isto você encontra no tradicional trem do forró, que liga o centro de Campina Grande ao Distrito de Galante. 

Concentração na estação

O trem (composição com 7 vagões) tem capacidade para cerca de 1000 passageiros e parte da "estação velha" de Campina Grande. 

Cheguem cedo! Quem embarca tarde, vai em pé... como nós! 

 

São 12 km, percorridos numa viagem de 1h30- 2 horas, em que cada vagão é animado por um trio de forró diferente. Vai todo mundo dançando e pulando, é quase uma micareta dentro do trem.

O que a gente não podia imaginar é que o trem iria descarrilar!!! Foi só um susto, ninguém se machucou (graças a Deus), e seguimos para Galante de ônibus. Mas esta história merece um post à parte...


Chegando em Galante (no nosso caso, de ônibus), antes de voltar, você pode aproveitar a festa na praça da cidade, com barraquinhas, quadrilhas, restaurantes e mais forró!


A linha ferroviária que liga Campina Grande a Galante está desativada e só funciona para este passeio turístico. Por isso, o trem que vai é o mesmo que volta.

O ideal é comprar o ingresso antecipado. Você compra na bilheteria da estação ou os próprios hoteis indicam agências e representantes. Você recebe a pulseira e o "abadá" para customizar, se quiser. 

"Guerreiros"

Dica do coração: só vá se você gostar muito de forró... Se não, a primeira meia hora será até divertida, mas depois você não irá aguentar mais 1h30 para ir e outras 2 horas para voltar, ouvindo forró nas alturas e com pessoas suadas, esbarrando para circular no trem cheio (tem gente que quer conhecer um pouquinho de cada vagão) e sem ar condicionado... Sem contar o cheiro do banheiro químico dentro do vagão... 😟

Estação do Turista
(Estação Velha de Campina Grande)


Fica justamente no local onde acontece o embarque e desembarque do Trem do Forró, na Estação Velha, e é mais uma opção para comidas típicas e curtir apresentações de trios de forró e de quadrilhas. 


O cenário é charmosinho e tem um palco onde grupos se apresentam, com muitas mesas espalhadas. Mas como era dia quente e chegamos cedo, o sol ainda estava castigando algumas áreas. 


Paramos lá na volta do trem do forró (que acabou sendo de ônibus). Ambiente tranquilo, arejado, forrozinho "social"... É um bom "esquenta" para o Parque do Povo.


A Estação do Turista fica aberta todos os dias, de 17h às 23h, tem entrada gratuita.




Ônibus do Forró
(Rua Doutor Severino Ribeiro Cruz, 625 - Sala 01 - Centro, Campina Grande)

O nome já diz tudo: é um ônibus que percorre a cidade embalado ao som de muito forró! Mas o mais legal é que ele passa pelos pontos turísticos e vai apresentando os locais em forma de cordel! 


O ponto de partida é na porta da agência responsável pelo passeio (Autocar Turismo), que fica em frente ao Museu de Arte Popular da Paraíba (o museu dos 3 pandeiros), no Açude.

Você vai curtir uma viagem bacana pelas ruas da cidade, ao som de forró pé-de-serra e repente. Nós adoramos!




Em geral, são dois passeios por dia, um de manhã e outro à tarde, de terça a domingo. Consulte a programação quando for visitar, para reservar com antecedência. 


Recomendo muito esta atração. É um city tour diferente, animado, interativo e com uma música ótima que vai contagiando a todos por onde o ônibus passa. É muito legal ver a reação das pessoas participando nas ruas, até dando uma dançadinha quando o ônibus para. 

Sem contar que todo mundo tem assento neste transporte e é fresquinho... rs


E então, se animou ?
Então programe logo a sua visita ao Maior São João do Mundo!!!

Bj bj!


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Esse espaço é seu... Deixe seu comentário e vamos conversar!