Visa Platinum: Nossa experiencia com a assistência médica nos EUA

Quando a gente planeja uma viagem, ninguém conta com imprevistos, né ? Mas, e se alguém passar mal ? Se houver uma emergência médica ? Por isso, não dá para viajar sem seguro saúde. Mesmo que estatisticamente a probabilidade seja de ir e voltar sem usar. Melhor assim! 

Nas últimas viagens, tenho me garantido na assistência Visa Platinum, a que os usuários do cartão fazem jus se tiverem adquirido as passagens ou pago as taxas de emissão (se as passagens forem retiradas com milhas) ou o pacote de viagem com o cartão Visa Platinum. Pesquisei bastante para me certificar se seria realmente tão efetivo quanto os seguros contratados (Mondial, Assist Card, Allianz, etc), e depois de muito conversar com os atendentes da Visa Platinum e com amigos que já faziam uso, aderimos. 

Como fazer ?

Basicamente, no caso de uma emergência, o usuário deve ligar para 1-800-396-9665 (se a ligação for dos EUA), com o seu cartão, e solicitar assistência médica, ou, no caso de já ter incorrido nas despesas médicas, pode solicitar reembolso até 30 dias. As condições de cobertura são no mesmo padrão dos demais seguros.

O que eu não contava é que na última viagem nós realmente precisaríamos usar...

Nossa experiência usando a assistência Visa Platinum

Estava tudo ótimo na viagem, quando meu marido começou a sentir uma ardência no olho. A situação foi piorando, ele começou a usar um colírio, mas o olho continuou inchando e inflamando. No terceiro dia, amanheceu de um jeito que nem abria. Parecia uma conjuntivite daquelas! Foi quando liguei para a assistência Visa Platinum, no telefone indicado.

Para minha surpresa, o atendimento foi em português. Após ouvir o meu relato da emergência, antes da parte burocrática, a frase da atendente foi: "Sinto muito, senhora, que a sua família esteja passando por isso durante a viagem, mas estamos aqui para ajudá-la...". Só essa frase já me deu um conforto: eu não estava sozinha e não seria tratada como mais um número de protocolo...    

A atendente solicitou as informações gerais do caso, dados pessoais e do cartão de crédito e a nossa localização. Em pouco mais de 5 minutos, nos indicou a clínica mais próxima para onde deveríamos ir. Pediu apenas para enviar o relatório médico e a cópia da fatura do cartão referente à compra das passagens em 48 horas.

A atendente ainda confirmou se tínhamos condição de deslocamento até a clínica, pois em caso negativo, poderiam acionar um médico para visita no local. 

O hospital indicado foi a Centra Care - Florida Hospital Urgent Care, unidade em Kissimmee.


A clínica ficava a 5 minutos de carro de onde estávamos hospedados. Ao chegarmos, a autorização do atendimento já havia sido enviada. Preenchemos uns formulários e aguardamos o atendimento. Cerca de 20 minutos. 

O médico que atendeu meu marido perguntou se ele precisava de tradutor. Como os termos seriam técnicos, meu marido preferiu ter esse suporte. O médico simplesmente ligou para o serviço de tradução e, estando cada um num fone, o tradutor intermediou o diálogo entre ele e o médico.

No final, ele recebeu o diagnóstico e a prescrição médica. A atendente do hospital informou que encaminharia a cópia do relatório médico diretamente para o seguro, mas enviamos também para garantir. 

No mesmo dia, recebi ligação da assistência Visa Platinum para saber se o atendimento médico tinha sido satisfatório e se meu marido já estava se sentindo melhor. Novamente, houve um contato no dia seguinte e posteriormente por e-mail.

Me senti totalmente apoiada pela assistência Visa Platinum. O direcionamento para o atendimento médico foi rápido e eficiente. Além disso, houve total suporte no acompanhamento do caso.  

(Foto: https://www.visa-platinum.com/br/)

Espero que você nunca precise usar esse serviço, mas, se acontecer, fica aqui a minha experiência super positiva com a assistência Visa Platinum nos EUA.

Bj bj!
Kinha
Kinha

A bagagem de uma mulher, esposa, mãe, executiva e viajante, com um pouco de tudo e muito de nada.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Esse espaço é seu... Deixe seu comentário e vamos conversar!