A Parábola do Passarinho

Ontem, ouvi a seguinte parábola, que achei tão interessante que decidi postar:

“Um monge e seu discípulo subiam uma montanha em direção ao mosteiro quando avistaram quando avistaram um passarinho caído no meio da neve, já sem força, quase congelando. Possivelmente não havia aguentado migrar naquele inverno rigoroso.

O discípulo se compadeceu do passarinho, retirou-o da neve e tentou aquecê-lo junto ao seu corpo. Olhou ao redor e viu um monte de estrume, recém defecado por um boi que pastava ali perto. Aninhou o passarinho no estrume, que sentindo o calor a sua volta, começou a piar alegremente. 

Vendo que havia salvo o passarinho, o discípulo seguiu alegremente em direção ao Mestre, ouvindo o canto do passarinho. Deu apenas alguns passos adiante quando viu um gavião se aproximar vorazmente, mergulhar sobre o estrume e levar o passarinho. 

Inconformado, o discípulo questionou o mestre:

- Mestre, como pode o passarinho acabar nas garras do gavião ? Tem alguma lição por trás disso que eu devo aprender ?

Do alto de sua sabedoria, o Mestre respondeu:

- Não há apenas uma lição, mas três, meu caro discípulo. A primeira é: "Nem sempre quem te põe na merda é seu inimigo". A segunda: "Nem sempre quem te tira da merda é seu amigo." E a mais importante: "Quem está na merda, não pia!"

Acho que a parábola dispensa comentários...




Kinha
Kinha

A bagagem de uma mulher, esposa, mãe, executiva e viajante, com um pouco de tudo e muito de nada.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Esse espaço é seu... Deixe seu comentário e vamos conversar!