Horóscopo de domingo

Não me ligo em horóscopo, não sou leitora habitual e nem deixo previsões influenciarem minhas decisões. Mas hoje, lendo o jornal, acabei me deparando com a seção do Horóscopo e bateu aquela curiosidade. Por que não ler ? E assim, li a previsão no Segundo Caderno, do Globo, que transcrevo abaixo:
Escorpião

A transformação que vem de dentro para fora é responsável pela cura e regeneração. Mas para que as mudanças ocorram você precisa descer às profundezas e enfrentar suas sombras. É tempo de mergulhar na oportunidade de mudar o modo de se relacionar.
Apesar do meu ceticismo, não há como não reconhecer a profundidade desse prognóstico. A mudança está presente na vida de todo mundo, mas não é fácil mudar a si mesmo. É necessário ir fundo na busca do nosso “eu” mais íntimo, para reconhecer nossos medos e exorcizar nossos fantasmas. Somente depois dessa "viagem" rumo ao autoconhecimento é que a gente descobre a nossa verdadeira força, que é capaz de nos reerguer. E uma vez que estejamos livres das correntes que arrastamos, ficaremos leves para recomeçar, para ousar, para nos permitir.

Às vezes, a gente coloca embaixo do tapete a dor sofrida, o amor interrompido, a desilusão vivida, com o intuito de esquecê-los, mas não percebe que essa é a principal forma de torná-los vivos e presentes. É como aquela ferida, que você não trata, então, não cicatriza. Ela está ali, latejante, embora você tente ignorar. Não adianta esconder, principalmente de si mesmo. Porque cedo ou tarde, os fantasmas do passado vêm à tona e se tornam presentes. E acabam com o seu presente.

Não se despedir do passado é não se permitir viver o hoje. É ignorar o presente, esquecendo-se que pode não haver um futuro. Afinal, quem sabe quanto tempo se tem ? Por isso, é bom lembrar do que disse o poeta Fernando Pessoa:

"Vivo sempre no presente. O futuro, não o conheço. O passado, já o não tenho."

Portanto, relembre o passado, mas não se prenda ao que já terminou. Reconheça seus erros como aprendizado, não como punição. Vença seus medos, principalmente o medo de arriscar. E liberte-se para viver o presente, independente do que vem pela frente. Você não tem mais nada a fazer em relação ao que ficou para trás, mas tudo o que fizer daqui por diante determinará do que no futuro você será capaz.

Tá na hora de confiar no seu ferrão, escorpião!


Kinha
Kinha

A bagagem de uma mulher, esposa, mãe, executiva e viajante, com um pouco de tudo e muito de nada.

4 comentários:

  1. É a primeira vez que visito seu blog, cheguei aqui por indicação de uma pessoa muito especial. Peço licença para conhecer um pouquinho das suas experiências e de seus pensamentos. Confesso, sem pundonor, que talvez em um único texto você tenha dito palavras que eu venho tentando, há muito tempo, falar para uma pessoa, até porque talvez seja difícil se fazer entender quando você mesmo está precisando ouvir aquilo que deseja falar para outro alguém (meio complexo, não é?!). Assumo, sem constrangimentos, ou medo de me desnudar, que suas palavras me fizeram ter mais forças no "meu ferrão", pois também sou escorpião. Obrigado, por fortalecer a minha vontade de continuar no “jogo da vida”, procurando o meu futuro e minha felicidade, certo de que, quando se depara com alguém especial, de valores, de caráter, independente de qualquer coisa, NÃO SE DEVE, E NEM SE PODE, DESISITIR. Obrigado pelo texto “Escorpião”. Abraços, Carlos Heckert.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Caro Carlos Heckert,
      Tenho muito a agradecer! Primeiramente, por ter visitado o blog. É realmente uma alegria saber que alguém visitou e ainda leu! Melhor ainda foi ler o seu feedback sobre o texto e saber que ele acrescentou de alguma forma, que fez sentido para você. Sua mensagem é um grande incentivo! Obrigada por isso! Preciso ainda agradecer por você compartilhar seus sentimentos, de forma tão verdadeira, sem medo de se expor. Acredito que seja exatamente assim que a gente semeia a felicidade, quando se mostra e se dá por inteiro.
      Realmente, quando encontramos alguém especial, não podemos desistir. Isso me faz lembrar a música do Lulu Santos (uma das minhas preferidas): "Quando um certo alguém desperta o sentimento é melhor não desistir e se entregar..."
      Grande abraço,
      Kinha

      Excluir
    2. Ops! Retificando, a música diz: "Quando um certo alguém desperta o sentimento é melhor não resistir e se entregar..."
      Abraços!

      Excluir

Esse espaço é seu... Deixe seu comentário e vamos conversar!