Mulher alfa, sim, senhor!

Essa semana eu assisti no programa "Mais Você", da Ana Maria Braga (sim, eu assumo! Eu assisto o programa enquanto vou para o trabalho ! ), uma matéria sobre "Mulher Alfa". No mundo animal, a fêmea alfa é a líder da matilha. Por similaridade, o termo "alfa" passou a ser atribuído à mulher independente, decidida, que toma a liderança da sua vida, no lado pessoal ou profissional.  

Alguns podem lembrar daquela música do rei do baião Luiz Gonzaga:

"Paraíba masculina, mulher macho, sim, senhor..."

A homenagem ao estado da Paraíba, a verdadeira "mulher macho" da canção, virou pejorativamente o tema das mulheres fortes e batalhadoras, porque muitos homens passaram a "confundir", inconsciente ou conscientemente, sua força interior com a sua opção sexual, seja como reação ao desconhecido, seja como uma ofensiva ao que viam como ameaça. Portanto, vamos deixar o preconceito de lado, não só em relação à "mulher macho", mas também à "mulher alfa", que nada tem a ver com a primeira. Ou pouco.    

Então, quem realmente é a mulher alfa ?

A mulher alfa é aquela que não precisa queimar sutiãs para ter voz. Ela não precisa chocar para chamar atenção. Ela é fruto da sociedade moderna, nasceu no berço construído pela luta de muitas gerações de mulheres, que conseguiram conquistar o respeito à sua individualidade. E estando nesse momento da história, ela assume a responsabilidade de efetivamente ocupar seu espaço na sociedade.

A mulher alfa é determinada, segura, dona de si e busca o sucesso profissional. Ela não quer competir com os homens, ela quer somar esforços com eles.

A mulher alfa é a capitã do time que também joga na defesa e no ataque. Ela não aceita abrir mão da vida pessoal, como muitas mulheres ao longo do tempo optaram por sacrificar para serem respeitadas profissionalmente. Ela cuida da família ao mesmo tempo em que investe na carreira.

A mulher alfa é a mulher plena. É a mulher que sabe que pode assumir a direção da sua vida. Ela é convicta do que é e do que quer. Não se prende a estereótipos sociais. Ela valoriza a diversidade de caminhos a seguir e respeita as escolhas de cada uma.  

Enfim, peço licença para usar uma frase de Che Guevara, que considero se encaixar perfeitamente ao conceito da mulher alfa:
"Hay que endurecer, pero sin perder la ternura jamás."


Voltando ao "Mais Você", no site do programa tem um teste para saber se você é mulher alfa. Eu já sabia a resposta antes mesmo de fazer o teste, mas não custava confirmar. Resultado:

"Mulher 100% alfa

Você é uma mulher independente, que cuida da família, dos negócios, é boa mãe, boa profissional e boa mulher!"

Sorri, realizada. Sou mulher alfa, sim, senhor!
Kinha
Kinha

A bagagem de uma mulher, esposa, mãe, executiva e viajante, com um pouco de tudo e muito de nada.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Esse espaço é seu... Deixe seu comentário e vamos conversar!