Seja você mesma!


Quantas vezes você já não ouviu essa frase ? Parece tão simples, mas é muito profunda. 

Ser você mesma exige coragem. Coragem de tirar a máscara e de se mostrar, exatamente do jeito que você é, sem se importar com o que os outros esperam de você. É ser verdadeira com você mesma, com seus sentimentos, com a sua essência.

Dizem que "imagem é tudo". Será mesmo ? Realmente a imagem é importante, mas ela precisa ser reflexo do conteúdo que representa. Se não houver consistência entre imagem e conteúdo, se a imagem não estiver construída em uma base sólida, ela será frágil e ruirá à primeira prova. E pode acreditar: destruir a imagem é muito mais fácil do que construí-la. 

Então, pra que sustentar uma imagem que não é sua ? Você se desgasta, se violenta dia após dia. E o que é pior: você se abandona. Sim, você abandona quem realmente é. Em algum momento, você irá olhar ao redor e verá que sua vida virou uma ficção em que você é a personagem principal. E nessa hora, pagará um preço alto. O preço da perda da identidade.

Chaplin definiu perfeitamente a arte de viver:
"A vida é uma peça de teatro que não permite ensaios. Por isso, cante, chore, dance, ria e viva intensamente, antes que a cortina se feche e a peça termine sem aplausos."
Você é uma personagem real na peça da sua vida. O roteiro é você quem escreve, com seus altos e baixos, risos e choros. Essa peça tem vários atos. Você pode estar destruída no final de um ato e se reconstruir no seguinte. Você só não pode sentar na platéia da sua própria existência.

Não abandone a si mesma. Encare seu reflexo no espelho, sem máscara e sem maquiagem. Olhe para dentro de si e tenha orgulho do que vê, porque cada marca nesse coração representa um ato de vida. Você é a melhor representação de si mesma.


Kinha
Kinha

A bagagem de uma mulher, esposa, mãe, executiva e viajante, com um pouco de tudo e muito de nada.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Esse espaço é seu... Deixe seu comentário e vamos conversar!