Chile: nosso roteiro gastronômico em Santiago

Não sei vocês concordam, mas para mim, lugar frio é sinônimo de boa comida. E Santiago não foi diferente! Só ficamos 4 noites na cidade, quem dera se tivéssemos tempo para mais, pois o pouco que conhecemos, deu para deixar o famoso "gostinho de quero mais"!

Vou comentar sobre alguns restaurantes que conhecemos na nossa viagem e que entraram para a nossa lista daqueles que valem repetir. Vem comigo nesse roteiro gastronômico ?

Como Água para Chocolate
Como diz meu marido, se tem chocolate no nome, só pode ser bom! Aqui, o chocolate só está no nome mesmo, mas o restaurante é bom demais.

O ambiente é meio rústico, com decoração vintage, pouca iluminação. Parece um casarão antigo. Tem fontes e flores enfeitando o lugar e até uma cama antiga compõe a decoração como uma mesa.
É um restaurante turístico típico, mas ao mesmo tempo, bem acolhedor. Os garçons são super atenciosos, o cardápio, variado e os pratos, maravilhosos. Drinks incrementados e deliciosos.

Quer saber mais ? Consulte o menu nesse link: http://www.comoaguaparachocolate.cl/es/menu?idioma=valor_PT

Endereço: Constitución 88, Providencia, Región Metropolitana, Santiago


Ali pertinho do Como Água para Chocolate fica o Pátio Bellavista, um lugar que tem que conhecer!

Pátio Bellavista
Imagina uma praça de alimentação a céu aberto, num ambiente charmoso. Além de gastronomia, tem diversas lojinhas de artesanato, para comprar aquelas lembrancinhas de viagem.

O ambiente acolhe bem durante o dia, mas é à noite que vira point. Com tantos bares e restaurantes com especialidades variadas, o Pátio Bellavista é uma opção segura: certamente vai encontrar um local que irá agradar ao seu grupo.

Nós só tomamos sorvete lá, pois circulamos após jantar no Como Água para Chocolate. Sorvete no frio ? Sim! Nós, brasileiros, em geral, associamos o sorvete ao calor... Mas, acredite: valia tanto a pena tomar aquele sorvete que tinha fila!

Endereço: Constitución, 53, Providencia, Región Metropolitana, Santiago

Restaurante Giratório
Esse restaurante é um espetáculo à parte. Fica no 18º andar de um prédio, permitindo uma visão panorâmica da cidade. Como o nome já indica, ele gira. Isso mesmo, a área em que ficam as mesas gira 360º em torno do eixo, dando uma volta completa a cada hora e 20 min.

Fica tranquila, a gente quase não sente o restaurante girar. Eu fico tonta à toa e ainda sentei numa posição na mesa de costas para o sentido de rotação, mas não senti nada.

Confesso que a refeição em si não foi nada de excepcional, foi "honesta", como dizemos, nem mais nem menos que o esperado, mas recomendo o restaurante pela vista. Dali você vê Santiago inteira, com o paredão da Cordilheira dos Andes ao fundo. Para aproveitar a vista, melhor ir antes de escurecer!

Destaque para o teto espelhado. Olha só!
Endereço: Av. Nueva Providencia 2250, P 16, Providencia, Región Metropolitana

Juan y Medio
Se você quiser apreciar uma comida chilena típica, quase caseira, com pratos que acompanham as famílias há gerações, aqui é o lugar.

O primeiro restaurante Juan y Medio foi aberto em 1947. Esse nome tem uma história bem interessante: segundo conta-se, Don Juan era um homem muito alto e forte e recebeu esse apelido por causa da fartura dos pratos que sua esposa lhe servia. Ele comia por um homem e meio. Dizem que o restaurante até hoje serve as porções como naquela época, e realmente não temos o que reclamar das porções, os pratos individuais servem tranquilamente 2 pessoas.

Nós pedimos uma opção bem típica chamada "Cazuela de Vacuno". Parece uma sopa, com carne, batata, cenoura, abóbora, feijão verde, arroz e milho (isso mesmo, uma espiga de milho cozida na sopa!). O tempero é bem forte, sabor diferente das nossas sopas. Nós gostamos.

A sobremesa é que foi um pouco decepcionante. Pedimos uma leche asada. Pelos ingredientes, pensamos que parecia um pudim, mas é bem diferente da nossa sobremesa, menos doce e menos cremosa, e ao meu gosto, menos saborosa. Se aproxima de um bolo de pudim.

Fotos do site do Juan y Medio - Exatamente como nos foi servido!

O atendimento no Juan y Medio é um diferencial. Parece mesmo que você está sendo recebido na casa de um conhecido, tamanho clima acolhedor e atenção dos garçons.

Endereço: Vitacura: Av. Vitacura, 6721, Santiago.

Confiteria Torres
Outro restaurante bem tradicional que vale a pena conhecer. Fundado em 1879, dizem que é o restaurante mais antigo de Santiago ainda em funcionamento.

A história do restaurante também é bem interessante. Segundo contam, José Domingo Torres era mordomo de uma família da aristocracia chilena, que cozinhava tão bem que passou a ser requisitado por amigos da família. Chegou a um ponto que seu patrão decidiu abrir seu próprio negócio, já que quase não contava mais com seus serviços na casa.

É engraçado que não dá para ter uma visão do restaurante pela fachada. O estilo parece bem simples, um típico café com mesinhas ao ar livre. Você passa para a área interna do restaurante e vê uma decoração bem tradicional e requintada. Os lustres e espelhos compõem esse ambiente e as mesas estão postas impecavelmente com toalhas brancas, taças de cristal e pratarias (pelo menos, parece! Imagem é tudo! rs) Para quem é do Rio de Janeiro, o ambiente interno me lembrou a Confeitaria Colombo.

O restaurante tem um cardápio bem variado, mas especializado na cozinha chilena, com muitas opções de frutos do mar e carnes.

Eu estava com uma dor de cabeça danada, queria uma refeição bem leve. O garçom me sugeriu um creme de milho que estava maravilhoso! Meu marido pediu um prato que parecia um escondidinho de frango, mas com um pedaço de frango inteiro ao fundo. Diferente, mas ele também adorou! Seguimos a sugestão do garçom, que foi super atencioso, e deu super certo!

Se você não quiser arriscar uma comida típica, aqui também tem opções com massas ou arroz, bife e batata frita, que sempre agradam as crianças! ;)

Endereço: Avenida Isidora Goyenechea 2962, Las Condes, Santiago


E você, tem outras dicas de restaurantes ? Me conta, pois vou deixar tudo anotadinho para a próxima viagem! ;)

Bj bj!
Kinha
Kinha

A bagagem de uma mulher, esposa, mãe, executiva e viajante, com um pouco de tudo e muito de nada.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Esse espaço é seu... Deixe seu comentário e vamos conversar!